Doces Amanheceres

Em Doces Amanheceres,
no calor de ombro amigo
o Tempo se fez ouvir, insistente
nas marcas deixadas como trilhas
a distância desfez, permitindo
do olhar sereno nascer
da troca, o entender,
seguir de mãos dadas em passos
que a Vida, ensina a se viver,
sem nada a impedir,
bastando do amor, querer...entender.


A Lua marca um novo ciclo
e do infindo mar na ilusão
a maré se faz cheia... transborda
de adornos a taça dividida
em brancas rendas...cobre a areia nua...
deixa em prata o desejo...
que descansa em praia leito... quando enfim,
a lágrima sorri do adeus
na solidão, põe um fim... sua essência
transformou o bem querer
em doce mel...entregou
em vida a vida em encontro
ao amor que chegou...


o Sol desponta no horizonte.
Retira da noite mal dormida, a dúvida.
Pelas frestas da janela, sem pedir licença
em presença, sempre esperada
no reflexo ilumina, apontando o caminho,
trazendo brilho em nosso olhar,
dando tino ao teu e ao meu destino...


Amar...com emoção...
em vôo único de contrastes que se perdem...
sem nunca perder o chão!..

Thais S Francisco
"beijaflor"
Renato Alberto Moore
"Ramoore"


::: Menu ::: Voltar ::: Recomende esta Página :::

 

Direitos Autorais reservados à autora
Respeite os autores e suas obras, matenha a autoria.

 

Criação de Gráficos e Páginas:
Webmaster e Designer:Crys